Algumas Palavras que muito motivam todo trabalho

Além dos comentários em nossas páginas do site e no Facebook, registramos aqui mais algumas mensagens recebidas ao longo do Projeto, palavras estas que muito motivam todo trabalho…

 

Prezado mestre José Renato,

Realmente o fruto do Sabiá, é uma forma muito positiva de conseguir o retorno de sitios e fazendas e mesmo em jardins das cidades não só do sabiá, como bem-te-ví, sanhaços, ties, gaturamos, e mais dezenhas de espécies de aves frugivoras. No litoral do Brasil é o principal atrativo do Tiê-sangue, uma das aves mais belas do Brasil.

Na década de 1960 ao lançar o LP “Cantos de Aves do Brasil” tive apoio dos mais prestigiados jornalistas, radialistas e apresentadores de Tv, pedidndo que as pessoas na cidade de São Paulo esquecessem as “Prefeituras, governos estaduais, e mesmo orgãos federais” e plantassem nos seus jardins pelo menos um pé de pitangueira, amoreira e jaboticabeira, e o resultado foi que agora cerca de mais de meio seculo, a Metropole de São Paulo se tranformou na maior concentração de Sabiás laranjeiras do PLANETA.

A Introdução do fruto de sabiá em praças de São Paulo, ajudou muito também.
Parabéns pela sua belíssima campanha!

Abraços
Johan Dalgas Frisch.

Sr. José Renato,

 
Passo-lhe algumas fotos da árvore Fruta de Sabiá que comprei de você!
Informo que está um sucesso, um número de pássaros aumentando bastante na região, quando for a BH pretendo comprar mais 40 mudas para colocar em todas as ruas da Lagoa da Conceição em Florianópolis.
 
 
Parabéns pelo seu trabalho inovador!
 
Grande abraço,
Renato de Abreu
 

Prezado Zé Renato,

Bastou a sua vinda em minha casa, recentemente, para que os pés de fruta-de-sabiá passassem a florir e a dar frutos. Os pássaros já estão comendo as frutinhas, neste mês de novembro (o Mário contou 6 espécies diferentes, além dos morcegos, que deixam no chão bostinhas cheias de carocinhos/sementes). Assim, muito obrigado pela sua visita e pelo pé que Você nos deu e indicou o local de plantio (está com folhas grandes e viçosas, bem desenvolvido). Por quanto tempo dura a produção de frutinhos? Em que meses? Abraços, Juventino.

* Frutifica o ano inteiro. Floresce quatro vezes ao ano.
 

Sabiá fugiu da gaiola ….

“Sabiá lá na gaiola,
Fez um buraquinho
Voou, voou, voou, voou…
E a menina que gostava
Tanto do bichinho
Chorou, chorou, chorou, chorou…”
(Cantiga popular)

Mas, a menina nem precisará chorar tanto, pois, os sabiás em breve estarão de volta e…na natureza …!!!!

Gazão,

Na roda viva do dia a dia, somente agora encontrei tempo para acessar o site seu e conhecer um pouco mais do seu bonito Projeto CevAdeil sobre o qual você nos relatou uma boa parte aquele dia lá no Rumanê.

Gostei muito.
Quero aqui registrar meus parabéns para você e meus votos de que esta semente, que já vingou, frutifique para sempre em sua vida, na vida dos passarinhos, na natureza, no planeta, enfim, seja uma contribuição para a casa do futuro !!!!!

Acredito, Gazão, que a vida sempre nos dá formas de crescermos, de nos tornamos melhores e contribuirmos com o que pudermos para o bem de todos. Basta merecermos de Deus a graça de enxergarmos isto e a coragem de agirmos neste sentido.

Parabéns a você por ter recebido isto Dele.

Posteriormente também quero contribuir com o Projeto CevAdeil adquirindo 07 mudas da Fruta do Sabiá.

Quero ainda ressaltar duas outras coisas que considero essenciais e notei no sítio:
– A homenagem e referência que constantemente faz a seu pai. Pai e mãe são ouro e merecem toda a honra e um amor eterno.
– O agradecimento que também faz a Deus, nosso Tudo, nas palavras da página virtual e também na singeleza do envio (segundo também você nos contou aquele dia no Rubinho) da imagem do Bom Jesus juntos das mudas. Certamente nem se imagina quanta luz e quanta coisa boa está também sendo plantado com esta “mudinha” em papel.

Muito bem!
Parabéns.

Desejo TODA A BOA SORTE !!!!
MUITA SAÚDE
MUITA PAZ
FELICIDADE !!!!!!!!!!!

Regina Simões dos Anjos

Olá Zé Renato!

Aqui é Adriano José Scheeren. Em fevereiro de 2012, comprei um pacotinho com mais ou menos 150
sementes da árvore “Fruta de Sabiá”. Plantei as sementinhas em 38 potes de plástico com as seguintes medidas: 10 cm de fundo; boca com 13 cm e altura com 12 cm. Enchi os potes com um preparado de terra/húmus, recolhida do local onde deposito folhas e galhos de podas de árvores.
O composto foi feito da seguinte maneira: 4 baldes (18 lts.) de húmus – 1 balde (18 lts.) de esterco de galinha (bem curtido) – 1/2 baldinho (5 lts.) de calcário – l,5 kg de adubo NPK 9-23-29 – 1 baldinho (5 lts.) de cinza de fogão. Misturar bem os materiais. Esse composto não tem base científica, foi feito com base em experiência própria. Funciona muito bem com hortaliças
e está aprovando com as plantinhas da fruta-de-sabiá.

Após,enchemos os potinhos de plástico e deixamos em descanso por 10 dias. Antes da semeadura adicionamos aos potinhos uma camada de 1 cm de areia média fina. Daí foi feita a semeadura, usando de 3 a 5 sementes por
pote. Cobrimos as sementinhas com 1 mm, da mesma areia média fina. Tampamos os potes com um sombrite, para que a água da rega e da chuva não disperse as sementes.

Esperamos alguns dias até a germinação, para retirar o sombrite.

A surpresa foi grande, pela quantidade de mudinhas que nasceram. Das 150 sementes, contamos 131 árvores
nascidas.

É lógico o grande segredo dessa enorme germinação é o capricho e carinho da minha esposa ao semear as sementes, e tem também o famoso “dedo verde”que ao plantar alguma coisa, ela tem garantia de sucesso.

Anexo vai a foto de parte das mudinhas. Porque as maiores já foram replantadas para o lugar definitivo.

Fruta de Sabiá - Vasos do Antônio
Um abraço.

Adriano.

“É admirável a dedicação de José Renato Resende – Gazão em divulgar a Fruta de Sabiá (Acnistus arborescens), planta nativa da mata atlântica, da maior importância como pioneira. Seus frutos são muito consumidos por aves (de onde provém seu nome popular) e pequenos mamíferos silvestres (como os saguis e cuícas). Incentivamos seu interesse em trabalhar com outras espécies nativas, que também alimentam os animais de nossas matas, campos e cerrados, e em preservar os campos rupestres de Minas Gerais. Seu trabalho tem tido todo o apoio di Instituto.”

Celso Lago-Paiva
Presidente – Instituto Pró-Endêmicas

Olá Zé Renato,

A Árvore está espetacular nestes dias atuais. Nunca a ví com tantos frutos, que irão amadurecer nos próximos dias. Vai ser uma festa!
Fiz várias fotos sim, algumas ótimas. (veja algumas miniaturas).
Conforme sua dica, já me cadastrei no site Wikiaves, lá vc poderá ver fotos minhas.
Abraços,
Fernando Paoliello.